previdência

De acordo com dados levantados pela seguradora Brasilprev em sua carteira de clientes, de abril de 2015 a abril de 2016 os aportes em previdência privada aumentou em 17%. Este pode ser um indício de que as pessoas estão mais preocupadas com o seu futuro, dadas as incertezas políticas e econômicas e a falta de perspectiva de uma aposentadoria pública suficiente para a sua subsistência.
Esse novo pensamento pode ser positivo, tendo em vista o aumento da longevidade: um levantamento do IBGE referente a 2014, divulgado em dezembro de 2015, aponta que a expectativa de vida do brasileiro ao nascer subiu para 75,2 anos. A pesquisa anterior apontava a esperança de vida em 74,9 anos. Ou seja, com a perspectiva de viver mais, é imprescindível um bom preparo para garantir que este tempo seja vivido de maneira plena.
O estudo da Brasilprev, realizado a partir de sua base de clientes, revela o aumento na contribuição mensal aos planos de previdência privada, que tem como foco constituição de reserva financeira para uso no longo prazo. O valor médio dos aportes nos produtos da companhia cresceu 17% entre abril de 2015 e abril de 2016, evolução superior ao período anterior, que foi de 11%. Avaliando um intervalo mais extenso, de cinco anos, este indicador cresceu 66%.
Neste contexto, o tempo é um fator essencial. Não apenas pela expectativa de viver mais: quanto mais cedo começar o investimento em recursos para o futuro, melhor o retorno. Isso fica evidente nesta simulação da Brasilprev: ela mostra o quanto investir para chegar ao tão desejado R$ 1 milhão aos 60 anos, considerando diferentes idades para o início da formação da reserva. Utilizando uma taxa de juros real ao ano de 4,5%, fica claro que o quanto antes se começa, menor o investimento mensal necessário:

 

brasilprev

Além disso, o rendimento ao longo do tempo também é impactado. Mais cedo iniciando o investimento, maior será a parcela de rendimentos na reserva final, como mostra o gráfico a seguir:

 

brasilprev 2

“Todos estes movimentos demográficos são favoráveis para a população brasileira. O que é preciso, hoje, é despertar a consciência do cuidado físico e financeiro, para que o amanhã seja confortável. A Brasilprev aposta em ações que visem à consultoria adequada ao cliente em todo o período de relacionamento”, comenta Soraia Fidalgo, gerente de Inteligência e Gestão de Clientes da Brasilprev.

 K.L.
Revista Apólice

Deixe uma resposta