Fundos de investimentos podem apoiar novos empreendedores

A abertura de micro e pequenos negócios – hoje também chamados startups –chama a atenção mesmo em um cenário de desafios econômicos. Ao apostar em serviços inovadores e atendimento a diferentes nichos, muitos empreendedores têm trilhado caminhos promissores. No entanto, os primeiros passos envolvem providências que serão fundamentais para o sucesso do negócio.

De acordo com o vice-presidente da Mapfre Investimentos, Eliseo Viciana, existem nichos de mercado com retorno rápido e franca expansão. “Investir em negócios voltados para beleza, bijuterias, franquias home based, fábricas em casa e lojas virtuais com foco em um determinado público estão entre as opções de investimentos mais procuradas pelos novos empreendedores”, comenta o executivo.

Outra dica do especialista para novos negócios é pensar e desenvolver soluções inovadoras e sofisticadas que consigam atender as necessidades do seu público. “Apostar no diferente e no ramo de atendimento em domicílio pode ser um bom caminho para fidelizar clientes e crescer em médio prazo”, completa Viciana.

Para definir a melhor opção entre os fundos de investimentos é recomendado avaliar o perfil de riscos e os objetivos do investidor. Para os mais conservadores, por exemplo, os fundos em que se aplica recursos em títulos de renda fixa de curto prazo ou atrelados à variação da inflação são mais indicados. Para quem tem o perfil mais diversificado e pode aplicar o valor mínimo de 67% dos recursos em ações, os fundos de ações são recomendados. “A escolha dos fundos de renda fixa oferece boa rentabilidade, liquidez e segurança de uma gestão especializada e profissional ao cliente”, finaliza ele.

L.S.
Revista Apólice

Deixe uma resposta