Lucro líquido da Prudential do Brasil chega a R$ 121 mi

A Prudential do Brasil Seguros de Vida S.A atingiu, em 2015, um volume de R$ 992 milhões em prêmios no mercado brasileiro, sendo sua totalidade oriunda da comercialização de seguro de vida individual. O número é 39% maior do que o verificado em 2014 de acordo com as práticas contábeis brasileiras Brazilian Generally Accepted Accounting Principles (BRGAAP). Esse resultado significou um lucro líquido de R$ 121,3 milhões, ante R$ 87,6 milhões em 2014.

Segundo o vice-presidente Financeiro da companhia, Marcelo Mancini Peixoto, a base de segurados continua aumentando: “A qualidade da nossa força de vendas possibilitou alcançarmos esse crescimento em 2015 chegando a mais de 284 mil apólices de seguro de vida individual em 31 de dezembro do mesmo ano. Como consequência, também registramos um aumento expressivo de 43% no capital segurado em vigor, que chegou a R$ 152 bilhões, comparado a 2014”, diz o executivo.

A Prudential do Brasil, que marca presença em oito cidades brasileiras e no Distrito Federal por meio de 27 agências e dois escritórios, investiu em sua expansão ao inaugurar três novas agências apenas em São Paulo. Além disso, abriu uma nova filial da seguradora e transferiu a diretoria de Administração de Apólices para o Nova América Corporate, na zona norte do Rio de Janeiro.

“O resultado financeiro da seguradora foi muito positivo e derivado principalmente do crescimento significativo das vendas em comparação com ano de 2014 e do ambiente econômico da alta das taxas de juros. Além disso, outro ponto de destaque foi o constante controle de despesas gerando economia de escala”, acentua Mancini.

A comercialização do seguro de vida da seguradora via parceiros comerciais (grupo XP e ao canal private do Banco Itaú) também alcançou um bom desempenho ao conquistar mais de mil clientes que representam mais de R$ 1 bilhão de capital segurado. “Esses resultados mostram o fortalecimento do segmento no país e que a Prudential do Brasil está no caminho certo para conseguir cada vez mais despertar nos brasileiros a importância da proteção financeira pessoal e dos familiares por meio do seguro de vida”, destaca o vice-presidente Financeiro.

L.S.
Revista Apólice

Deixe uma resposta