André Gregori

O sócio do BTG Pactual, André Gregori, diretor responsável pelo braço de seguros e resseguros, está deixando o banco. Depois de estruturar a operação e comandá-la por cerca de quatro anos, o executivo deve se dedicar, conforme contou com exclusividade ao Broadcast, a projetos pessoais.

“Deixo a operação estruturada e a seguradora bem posicionada e vários amigos”, resume Gregori, sem dar detalhes sobre seus próximos passos nem sobre um possível substituto.

De janeiro a agosto, a seguradora do BTG Pactual teve faturamento (prêmios) de cerca de R$ 150 milhões, segundo ele. Dentre os negócios fechados, conforme Gregori, está uma garantia judicial para uma licitação da Petrobras de quase R$ 500 milhões em prêmios que devem ser contabilizados até meados do ano que vem e cuja capacidade segurada é em torno de R$ 4 bilhões.

Em setembro, de acordo com o executivo, o volume de prêmios emitidos pela seguradora do BTG deve ser impulsionado por uma emissão de R$ 3,5 bilhões de seguro garantia, cujo cliente ele não revela, totalizando outros R$ 135 milhões em prêmios no mês. Considerando a cifra que a seguradora já emitiu até então, poderá ultrapassar o montante recorde de R$ 300 milhões neste ano.

Gregori veio para o BTG Pactual no início de 2012 a convite do CEO do banco, André Esteves. O executivo montou do zero a operação de seguros na instituição, assim como fez no Fator. No total, criou a seguradora, a resseguradora, uma corretora de seguros e de resseguros e ainda uma empresa de seguro de vida e previdência que juntas formam o braço de seguros do BTG.

Fonte: Aline Bronzati, Estadão

Deixe uma resposta