Com um modelo de negócio inédito, a Swett & Crawford Brasil (S&C), que integra a Cooper Gay-Swett & Crawford (CGSC) Em operação regular no País desde 2012, mantém a meta de crescer no segmento de assessorias de seguros por meio de novas fusões ou aquisições.

A companhia comprou 100% da JLD Assessoria e Consultoria de Seguros, que tem forte atuação no interior do Estado de São Paulo, e assumiu o controle acionário da ACMS Assessoria em Seguros, uma das mais ativas corretoras de Minas Gerais.

“Nosso compromisso será colocar à disposição da nossa rede nacional de corretores um completo portfólio de produtos e serviços disponibilizados pelas companhias seguradoras parceiras”, afirma o presidente da CGSC Brasil, Fábio Basilone.

Os recentes investimentos feitos pelo grupo criaram condições para que a S&C Brasil opere nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. Em breve, deverão ser anunciadas novas aquisições nas regiões Centro-Oeste e Nordeste. Também estão em análise investimentos no Sul do País. “Vamos atuar em todo o território brasileiro. Acredito que a operação regionalizada vai garantir a oferta de soluções customizadas, formatadas de acordo com as características e necessidades de cada localidade”, diz o executivo.

O presidente do Conselho de Administração da Swett & Crawford Brasil, José Carlos Moraes de Abreu Filho, acrescenta que a empresa terá a missão de ser o “agente facilitador”, oferecendo maior capilaridade para as seguradoras e suporte técnico e operacional aos corretores. “Seremos os facilitadores do mercado de seguros, sendo o elo entre a seguradora e os corretores. Nossa proposta é atuar em vários ramos de seguros, de modo a ser uma excelente opção para as seguradoras que não têm estrutura operacional para atender os mais de 70 mil corretores de seguros dispersos em todo o País”, afirma Moraes de Abreu Filho.

Com a incorporação da JLD Assessoria e Consultoria de Seguros, a S&C Brasil passa a atuar em regiões consideradas estratégicas no interior de São Paulo. De imediato, a assessoria de seguros contará com escritórios nas cidades de São José dos Campos, Campinas e Sorocaba.

O município de São José dos Campos faz parte do Vale do Paraíba, região socioeconômica que se destaca por concentrar uma parcela significativa do PIB brasileiro. Com população estimada em mais de 3 milhões de habitantes, o Vale do Paraíba é conhecido pelo porte de sua indústria de ponta. Entre elas, a indústria aeronáutica, representada pela Embraer e pelo Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA). Também abriga instalações de grandes empresas, como Volkswagen, General Motors, LG e outras. De acordo com o SINCOR/SP, São José dos Campos possui cerca de 670 corretores.

Já a região de Campinas é uma das mais ricas do Brasil. Formada por 20 municípios, tem população superior a 3,1 milhões de pessoas e responde por 10% do PIB paulista. Além de abrigar o aeroporto internacional de Viracopos e a REPLAN, a principal refinaria do País, Campinas é conhecida por sua indústria têxtil, metalúrgica, de bens de capital, entre outras. Segundo dados do SINCOR/SP, a região de Campinas possui mais de 2,1 mil associados.

Sorocaba é apontada como a quinta maior cidade em desenvolvimento econômico do Estado de São Paulo. Sua produção industrial é exportada para mais de 100 países e atinge um PIB de 16 bilhões por ano. Na região de Sorocaba trabalham hoje mais de 980 corretores de seguros.
De acordo com o diretor da companhia Júlio Cesar Ramalho, responsável pelas operações regionais da S&C Brasil, a meta será de ampliar o raio de atuação da assessoria de seguros para outras regiões importantes do Estado de São Paulo, como Ribeirão Preto, São José do Rio Preto, Marília e Baixada Santista.

Ele explica que o mesmo modelo será replicado em todas as regiões estratégicas no Brasil, a exemplo do que ocorreu em Minas Gerais, com a associação entre a S&C Brasil e a ACMS Assessoria em Seguros, uma das mais importantes de Belo Horizonte.

O também diretor da Swett & Crawford Brasil Augusto Brum conta que a empresa está estruturada para dar todo o suporte aos corretores parceiros. Na sede da companhia em São Paulo foi implantada infraestrutura para controlar a gestão e as operações comerciais realizadas pela assessoria. Também oferece suporte administrativo e técnico aos corretores para que eles possam oferecer as linhas de seguros com as características de cada região.

Augusto Brum cita como exemplo a região de Arapongas, no Paraná, onde algumas indústrias de móveis trabalham sem proteção securitária. O mesmo acontece em vários outros segmentos da economia porque as seguradoras que atuam no Brasil não desenvolveram soluções apropriadas para esses nichos de mercado. Como a Swett & Crawford faz parte de um dos maiores grupos privados de corretagem de seguros e resseguros do mundo, ela tem condições de identificar qual a seguradora no exterior é capaz de desenvolver esse tipo de cobertura e oferecê-la ao mercado brasileiro.

A.C.
Revista Apólice

Deixe uma resposta