Porto de Santos 1

O XL Group amplia o portfólio com uma solução de seguros para portos e terminais no Brasil. “O Brasil é um produtor-chave de itens como petróleo, ferro, commodities agrícolas e outras matérias primas e a indústria naval tem um importante papel no transporte de mercadorias, tanto nas exportações como nas importações”, lembra o gerente geral da operação de seguros da companhia no País, Renato Rodrigues.

Segundo o executivo, o Brasil está entre os dez maiores exportadores mundiais de produtos transportados em contêineres, comprovando que o setor tem papel relevante para a saúde econômica do País.

A solução oferece cobertura para operações, equipamentos de manuseio, edificações e perda de receita devido a interrupção das operações, além de incidentes que incorram em poluição, danos a terceiros e danos a instalações públicas. Todas elas são válidas para pier/cais, construções e armazéns, guindastes e outros equipamentos de manuseio de carga.

De acordo com Nicolás da Silva, Marine Underwriter Leader das operações de seguro do XL Group no Brasil, cerca de 215 milhões de toneladas de mercadorias passaram pelos portos e terminais brasileiros em 2013. Na avaliação do executivo, este número tende a crescer, uma vez que as empresas evitam o transporte rodoviário devido aos custos e ao índice de roubos nas rodovias do País.

“Portos e terminais também enfrentam o desafio de operar dia e noite para manter a competitividade. Entender os riscos envolvidos numa operação com estas características e ter uma estratégia de gerenciamento de riscos consistente é um fator chave para o sucesso. Acreditamos que a sólida capacidade, a experiência em subscrição e a habilidade na engenharia de risco marítimos que temos nos posiciona bem para enfrentar as necessidades da indústria de portos e terminais no Brasil atualmente e no futuro”, finaliza Silva.

L.S.
Revista Apólice

Deixe uma resposta