O Inpao Dental, operadora especializada em assistência odontológica no Brasil, cresceu acima da média de mercado graças a uma nova estratégia implantada pela companhia. Pelo menos é o que revela o seu balanço, divulgado nesta terça-feira, dia 18 de março.
De acordo com os números apresentados, a receita operacional líquida registrada ano passado cresceu 20,9% quando comparada a 2012. Já a margem do EBTIDA atingiu o equivalente a 26,4% da receita operacional líquida, enquanto que a geração operacional de caixa medida EBTIDA aumentou 37% ante o levantamento anterior.
Já a sinistralidade – medida através dos custos dos serviços odontológicos e a receita operacional líquida – ficou em 33%, 2,8 pontos percentuais abaixo do apontado em 2012. Para se ter uma ideia do que isso significa, basta lembrar que a sinistralidade média do mercado ficou em torno de 47%.
Dessa forma, a companhia terminou 2013 com lucro líquido de 17,3% da receita operacional liquida e 140,2% do patrimônio líquido médio do período. Além disso, a operadora mantém seu índice de endividamento zero – ou seja, não há nenhuma dependência de capital de terceiros dentro da operadora.
Esse desempenho se deve, principalmente, a uma nova estratégia da operadora. “Nos últimos anos firmamos várias parcerias e aumentamos nossa participação em alguns nichos de mercado. Nosso crescimento em 2013 comprova que fizemos as escolhas certas. O resultado não poderia ser melhor: crescemos acima da média do mercado mais uma vez”, explica Claudio Aboud, diretor de Finanças e Administração do Inpao Dental.
Todos os números apresentados foram publicados juntamente com o Parecer de Auditoria Independente.

A.C.
Revista Apólice

Deixe uma resposta