14/08/2022

Aumenta o risco de terrorismo e violência política no Brasil

gráfico bonecoO mapa de Terrorismo e Violência Política 2014 da Aon indica que o Brasil é o único país da América Latina a ver esses riscos crescerem de médio para grave devido às manifestações violentas e generalizadas anti-governamentais ocorridas durante 2013. A análise indica que essa agitação deverá continuar em 2014, particularmente por causa da Copa do Mundo FIFA e das eleições gerais em outubro.

Publicado nesta terça-feira, 28 de janeiro, o mapa anual sobre Terrorismo e Violência Política tem como objetivo ajudar organizações a avaliarem os níveis de risco nessas áreas pelo mundo. Produzido em colaboração com a consultoria de gerenciamento de riscos globais, a Risk Avisory Group, o mapa elaborado traz uma edição impressa e um painel online, proporcionando aos clientes uma visão clara e global a níveis nacionais sobre taxas de terrorismo e violências políticas.

Apesar de algumas melhorias nas taxas – oito diminuições e apenas uma aumento nos 37 países que cobrem a África Subsaariana, a África continua sendo um continente de grande risco político e de terrorismo, com 22 países tendo taxas muito elevadas.

O Oriente Médio é a região mais afetada pelo terrorismo no mundo, com 28% dos ataques terroristas registrados em 2013. A nova tensão de grupos extremistas emergiu na região e no Norte da África, áreas que tiveram um considerável aumento de riscos terroristas. Essa é a causa e efeito das limitadas políticas de recuperação dos países pós a Primavera Árabe, e tem contribuído para o crescimento severo das taxas de risco na região.

Quando olhamos por setores, as áreas de varejo e transportes foram significativamente afetadas em 2013, com 33% dos ataques terroristas afetando o setor de varejo e 18% o setor de transportes. O setor varejista inclui locais como mercados públicos, que são mais vulneráveis a ataques, como vimos no último ano no Quênia. Terrorismo continua a ser uma ameaça variável na região da Eurásia, com Rússia e Turquia sendo os mais afetados pela ameaça durante 2013. Adicionalmente, as Olimpíadas de Inverno na Rússia, que envolveu significativo tráfego de transportes, é visto como um alvo terrorista em potencial.

Além disso, Japão, Moçambique e Bangladesh também viram crescer as taxas por conta da agitação civil em Bangladesh, que teve mais de 70 dias de greve e protestos que ocorrem principalmente contra os baixos salários e condições precárias de trabalho na indústria têxtil, somando-se aos problemas que o setor varejista tem enfrentado.

Neil Henderson, chefe da área de gestão de terrorismo da AoN Risk Solutions, disse que “o mapa mostra que enquanto a ameaça terrorista no Ocidente tem diminuído, outras regiões têm passado por um aumento significante de violência e atividade terrorista. Ter esse acesso a dados regionais e baseados em fatos, permite aos nossos clientes a começarem a planejar o futuro dessas tendências fazendo a identificação de risco necessária e considerando soluções de gerenciamento preventivo do risco. Essa compreensão permite a nossos clientes planejarem sobre suas expansões ultramarinas ou crescimento internacional e dá suporte para que eles possam ser resistentes a ataques terroristas ou violências política”.

Ian Nunn, líder da área de consultoria de crises da Aon Risk Solutions, complementa: “Clientes naturalmente têm o desejo de penetrar mercados das economias mais importantes ao redor do mundo, e buscar fortemente oportunidades atrativas onde eles possam maximizar o retorno de seus investimentos. É importante para os negócios reconhecer os possíveis e significantes novos riscos políticos, de segurança e operacionais que terão que ser combinados com duras medidas regulatórias e legislativas. Um entendimento claro sobre exposição de riscos inclui a possibilidade de uma rápida mudança em situações políticas e de segurança nas suas regiões de operação, que é necessária para assegurar medidas de mitigação de riscos e gerenciar a exposição. O Mapa de Riscos Terroristas é uma das chaves que compõem a WorldAware Safe Travel Solution da Aon, para auxiliar os clientes a entenderem e gerenciarem os riscos globais”.

Henry Wilkinson, líder da área de Inteligência e Análide da Risk Advisory, disse que “o mapa mostra os meios para compreender e estar à frente das ameaças  de terrorismo e dos riscos de violência nunca foi tão importante. Apesar dos sinais globais de recuperação econômica, negócios em mercados emergentes estão expostos como nunca a uma diversidade de riscos e ameaças de adversários sofisticados e muitas vezes altamente conectados em rede. Novas ameaças podem surgir e crescer rapidamente, evoluírem mais rápido e desenvolver táticas que têm um impacto cada vez maior, seja através da mobilização de agitações em massas ou de montagem ataques terroristas armados sustentados. Comprometida com grandes empresas do mundo a alcançar em mercados emergentes, Risk Advisory tem o prazer de trabalhar em parceria com Aon em 2014 neste mapa”.

Metodologia e recursos

Classificações com códigos de cores dos 200 países e territórios medidos como um indicador para o nível geral de risco do terrorismo e da violência política aos negócios em cada país. Três ícones riscos indicam as classificações de risco de violência política encontradas por empresas:

Terrorismo e sabotagem
Greves, tumultos, comoção civil e danos à propriedades
Revolta, revolução, rebelião, golpe de estado, Guerra e Guerra civil

O mapa mede a violência política e o terrorismo em 200 países para ajudar companhias a compreenderem os níveis de risco. Produzido pela Aon em colaboração ccom a consultoria global de risco The Risk Advisory Group plc, o trabalho reflete dados recolhidos pela Terrorism Tracker, Aon WorldAware e peritos de situações de segurança. Cada país é atribuído a um nível de ameaça, a partir das insignificantes e subindo para baixo, médio, alto e grave.

Ameaça de terrorismo é definida como uma avaliação da intenção e capacidade de grupos terroristas para realizar ataques e a probabilidade de que eles terão sucesso.

O mapa pode ser acessado no endereço: http://www.aon.com/terrorismmap.

A.C.

Revista Apólice