Os agentes de trânsito da Prefeitura de Cuiabá vão realizar  no mês de dezembro uma blitz educativa para a conscientização sobre importância e direito da pessoa ao seguro DPVAT. A medida atende uma recomendação do Ministério Público Estadual, de que o poder público oriente a sociedade sobre os direitos dos munícipes ao seguro obrigatório.
O Seguro Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (DPVAT) é direcionado para atendimento de condutores, pedestres, ciclistas e motociclistas que se envolvem em acidentes de trânsito em território nacional, e paga indenizações por morte e invalidez. O pagamento pode ser efetuado junto com a primeira parcela do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA).
Munidos de panfletos explicativos, os agentes vão atuar em pontos estratégicos de Cuiabá. Atualmente a Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte Urbano (SMTU) está efetuando o trabalho de orientação por meio da fixação de cartazes informativos em instituições públicas e privadas de Saúde como Pronto Socorro, Policlínica, Hospitais, Unidades de Pronto Atendimento e Centros de Reabilitação.
“Neste primeiro momento estamos orientando na rede pública de saúde, explicando os procedimentos, quem tem direito, os documentos necessários, onde protocolar para que usufrua deste direito e posteriormente vamos reforçar com a campanha educativa”, disse o secretário-adjunto da SMTU, Thiago França.
Conforme levantamento da Seguradora Líder (responsável por administrar o seguro DPVAT), em 2012, no Brasil, foram gastos R$ 2,8 bilhões referentes a cerca de 600 mil pedidos de indenização. No primeiro semestre de 2013 foram contabilizadas mais de 500 mil indenizações, sendo que em 70% dos casos por acidentes de moto.

A.C.
Revista Apólice

Deixe uma resposta