O Grupo Bradesco Seguros pretende mostrar em nova fase da campanha publicitária “Vai Que…”, que entra em cartaz a partir desta segunda-feira, dia 4 de novembro, que é especialista em todos os tipos de imprevistos, inclusive quando o assunto é previdência privada. Embalado pela trilha sonora do filme “Missão Impossível”, o novo comercial, assinado pela agência AlmapBBDO, mostra um aposentado preocupado com as contas que precisa pagar. Baseado no filme, para resolver a situação, surge um agente, preso por cabos, que ao tirar a máscara do idoso transforma-o em um jovem novamente e elimina as contas que estão sobre a mesa para serem pagas.
A locução explica: “Vai que você não tem uma equipe assim no futuro para fazer você voltar no tempo. Aí, é melhor fazer uma previdência privada da Bradesco Seguros e garantir uma renda mensal na sua aposentadoria. Afinal, vai que…”.
O comercial traz a assinatura: “Bradesco Seguros. É melhor ter”. Na primeira fase da comunicação, em 2010, o grupo propôs uma nova maneira de abordar o segmento de seguros para o público, alertando-o que todos estão sujeitos a acontecimentos inesperados, sejam bons ou ruins, e que, por isso, é bom ter uma empresa especializada e de confiança ao lado.
“O Grupo Segurador dispõe de equipe especializada para tratar dos mais diferentes riscos relacionados àpessoa e oseu patrimônio. Uma equipe de corretores em todo o país e uma capilaridade que o faz presente em todas as cidades brasileiras”, explica Alexandre Nogueira, diretor do Grupo Bradesco Seguros.
A companhia também é pioneira no debate sobre a longevidade. As estatísticas demonstram que 3,2 milhões de brasileiros têm mais de 80 anos e os que têm acima de 65 anos já são mais que os que têm menos de 5 anos. O envelhecimento vai exigir cuidados especiais e planejamento, que só produtos diferenciados de previdência privada podem oferecer, com a vantagem adicional de o investimento pode ser descontado do imposto de renda. Afinal, nem sempre é possível contar com um agente para solucionar os problemas.

A.C.
Revista Apólice

Deixe uma resposta