17/08/2022

Hospital Business debate hoje o impacto regulatório na saúde brasileira

A 19ª edição do Hospital Business – 3º Fórum Internacional de Gestão de Saúde começa nesta quarta-feira, 23, e reunirá em dois dias de evento, no Hotel Windsor Atlântica, em Copacabana, representantes dos setores público e privado, além de entidades representativas e profissionais em seminários que vão estimular o debate de questões pertinente ao atual cenário da saúde no país. O principal congresso hospitalar do Rio de Janeiro terá como tema central “O impacto regulatório na qualidade assistencial e na sustentabilidade do sistema de saúde brasileiro” e será também uma excelente oportunidade para o networking entre os participantes.

“O Hospital Business chega a sua décima-nona edição e se firma cada vez mais como um dos principais congressos hospitalares do país, isso se deve muito pela união do setor. Muito já tem sido feito em prol da saúde, mas precisamos continuar unindo esforços e estimulando o diálogo para ampliar melhorias e investimentos, criando, assim, oportunidades para que o setor continue crescendo. Temos hoje, no Brasil, o desafio de tornar a regulação do Setor mais uma ferramenta de garantia de qualidade de serviços para a população, mas sem que isso se torne um empecilho para a evolução do mercado de Saúde”, avalia o presidente da Federação de Hospitais e Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Estado do Rio de Janeiro (FEHERJ), José Carlos Abrahão.

Um dos destaques do primeiro dia do evento será a conferência de abertura com o tema “O papel do Estado na regulação da Saúde e da assistência médica e o impacto econômico dessa intervenção”, com o superintendente corporativo do Hospital Sírio Libanês, dr. Gonzalo Vecina. O dia 23 também contará com os talks shows sobre “Assistência Médica Hospitalar Suplementar – dilemas, desafios e paradoxos”, “O impacto da qualificação dos serviços de saúde nos resultados assistenciais das nossas instituições” e por último com o tema “O impacto regulatório e as perspectivas do complexo industrial da Saúde e da Economia Brasileira”. No segundo dia de fórum, os congressistas participarão de seminários que debaterão questões como “A Reforma Regulatória pelo mundo e a necessidade de uma Reforma Regulatória na Saúde Brasileira”, “O desafio da Acreditação, do Programa QUALISS da ANS e seu impacto no Sistema Suplementar de Saúde Brasileiro” e a conferência de encerramento com o tema “Os cenários da economia mundial e as perspectivas brasileiras para 2014”.

“Entendemos que as mudanças que fizemos no formato do evento deram resultado. Mudamos o enfoque para o Congresso e precisamos que as pessoas se encontrem não só para discutir, mas para tomar atitudes. O objetivo é estimular a reflexão sobre os desafios do setor, mas também provocar linhas de ação, sempre centradas em parâmetros técnicos e legais. Estou muito otimista quanto aos resultados que teremos e quanto ao sucesso do evento”, explica o presidente da Comissão Científica do Congresso, Fernando Boigues.

O congresso terá pelo 10º ano seguido empresas líderes de mercado em suas áreas como patrocinadores. A Amil, maior operadora de saúde do país, ficou com a cota ouro, já a White Martins, principal empresa de gases industriais e medicinais da América do Sul, adquiriu o patrocínio prata. A novidade para este ano é o patrocínio bronze da empresa Bionexo, especializada em e-commerce hospitalar e da Fundação Getulio Vargas. O evento contará também com o apoio do Consórcio Brasileiro de Acreditação.

O Hospital Business é realizado pela Federação de Hospitais e Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Estado do Rio de Janeiro (FEHERJ), com apoio da Confederação Nacional de Saúde (CNS) e dos sindicatos SINDHERJ, SINDHRIO, SINDHESB, SINDHSERRA, SINDHSUL, SINDILAPAC, SINDHNORTE, SINDICATO DE NITERÓI, AHCRJ, AHERJ, ABAH, ANAHP e CBA, que fazem parte do sistema representativo.

 

J.N.

Revista Apólice