O Brasil é, atualmente, a quarta maior operação da Tokio Marine, que está presente em 38 países no mundo todo. A operação brasileira está atrás apenas da norte-americana e da inglesa (que ocupam o segundo e terceiro lugar, respectivamente) e a japonesa. Mas, para o presidente da unidade brasileira, José Adalberto Ferrara, o negócio comandado por ele deve ultrapassar a Inglaterra em dois anos. A meta foi anunciada por ele nesta terça-feira, 01, em jantar com associados do Clube dos Corretores do ABC.

Ferrara comentou sobre os resultados da seguradora nos últimos 12 meses – com destaque para a carteira de transportes e condomínio.

Em 2013, a companhia já arrecadou R$ 2,1 bilhões em prêmios (até agosto) e já retornou à sociedade, em forma de pagamentos de sinistros, R$ 1,1 bilhão. A meta é chegar aos R$ 2,6 bilhões em prêmios emitidos até o fim do ano e R$ 3,3 bilhões até 2016. “Mas acreditamos que alcançaremos esta cifra até o final de 2014”, revelou o presidente da Tokio Marine.

Segundo ele, a matriz do grupo no Japão tem com objetivo ser uma “good company” e, para isso, foca sua atuação nos “3C”: clientes, corretores e colaboradores.

A companhia quer ampliar a carteira de massificados e fortalecer a presença dos produtos nos segmentos de Pessoa Jurídica e em seguros para PME. “Para isso, contamos com os corretores. estamos sempre dispostos a ouvir suas sugestões”, reforçou o executivo.

Ele ainda anunciou a intenção de criar produtos para nichos específicos, como, por exemplo, salão de cabeleireiros. Estes produtos terão pacotes pré-formatados com coberturas específicas para cada nicho. Serão criadas, ainda, áreas para apoiar o corretor na hora da venda desses produtos, “caso o corretor não esteja muito familiarizado com o nicho”.

Jamille Niero / Revista Apólice

Deixe uma resposta