58% das empresas tiveram de 5% a 15% de aumento nos custos com assistência médica, indica pesquisa realizada pela Mercer Marsh Benefícios com 317 empresas de mais de 15 segmentos econômicos.

Das empresas entrevistadas, a maioria (65%) contratou a assistência médica para seus empregados com seguradoras. O custo com o beneficio oferecido aos colaboradores já representa cerca de 10% da folha de pagamento das empresas entrevistadas.

A maioria das empresas (73%) não oferece o beneficio aos empregados aposentados, enquanto 27% afirmam oferecer. Boa parte delas (29%), no entanto, estende a assistência médica aos aposentados devido a uma política formal de benefícios, ou “por liberalidade da empresa” (13%) e não em função da lei 9656, que torna obrigatória a manutenção da assistência médica a aposentados que contribuíram por determinado período.

Outra boa notícia para o mercado de saúde suplementar é a oferta de planos odontológicos. Segundo o levantamento da consultoria, o benefício é ofertado por 86% das empresas que já proporcionam a assistência médica aos funcionários. Da mesma forma que a assistência médica, a maioria dos planos contratados é provido por companhias seguradoras (46%). As empresas que oferecem plano odontológico aos funcionários também notaram aumento nos custos com este beneficio. 65% relataram aumento de até 5%.

 Jamille Niero / Revista Apólice

 

 

 

Deixe uma resposta