As motos Honda CB600, Yamaha XT660 e Honda CB300 foram os modelos de alta cilindrada mais roubados e furtados no primeiro semestre de 2013, segundo o Grupo Tracker.
Juntos, os três modelos representam 40,9% de todas as ocorrências registradas no segmento nos seis primeiros meses do ano, pela empresa. “Nosso índice de recuperação no segmento motos está em 95%. Só nesse período, o grupo evitou um prejuízo de R$1.639.368,00”, explica o diretor Nacional de Operações, Carlos Alberto Betancur. Os eventos aconteceram principalmente nas cidades de São Paulo (77%), Diadema (6%), São Bernardo do Campo (4%), Ferraz de Vasconcelos (3%) e Rio de Janeiro (3%).
O Tracker Moto é um produto desenvolvido para motocicletas acima de 400 cilindradas. Atualmente, 74 modelos, nas categorias speed, naked, custom, trail e triciclo estão aptos a receber o rastreador. O trabalho de homologação é minucioso. Uma equipe de especialistas da companhia faz um estudo técnico do modelo, para garantir um local de instalação que não interfira e nem prejudique o funcionamento da moto, além de dificultar a descoberta do equipamento pelos criminosos.
Pequeno, resistente a temperaturas altas, trepidações, poeira, água o produto tem como um de seus principais diferenciais o fato de ser autônomo, ou seja, não exige qualquer tipo de alimentação de energia não interferindo no desempenho da moto. Utiliza a tecnologia de radiofrequência, que além de ser imune a ação de jammers (inibidores de sinais), permite o rastreamento e a localização da moto em túneis, garagens, subsolos e galpões.
O produto é comercializado em São Paulo, Rio de Janeiro, Campinas, Porto Alegre, Curitiba, Belo Horizonte, Florianópolis, Goiânia e Ribeirão Preto.

Modelo %
Honda CB600 19,7
Yamaha XT660 12,1
Honda CB300 9,1
Kawasaki Z750 7,6
Honda CBR600 6,1
Honda Falcon 6,1
Yamaha Fazer 6,1
Honda CBR1000 4,5
Yamaha R1 4,5
Honda CG150 3,1
Suzuki Bandit 650 3,1
Suzuki GSX R1000 3,1
Yamaha XJ6N 3,1
Yamaha YZFR6 3,1
BMW S1000RR 1,5
Honda CB1000 1,5
Honda CBR900 1,5
Honda CBX250 1,5
Kasinski GT250 1,5
Kawasaki 250R 1,5

A.C.
Revista Apólice

Deixe uma resposta