De acordo com levantamento da consultoria Timetric, o crescimento da classe média brasileira gera expectativa de aumentar a demanda de seguro de vida no Brasil até 2017. O aumento da renda disponível, causado pelas condições econômicas, e uma maior conscientização sobre seguros de vida
também beneficiará a indústria. O setor de seguros de vida pretende crescer, em uma taxa anual composta, 13,3% até 2017.

A população de classe média da região da América Latina cresceu 50% entre 2003 e 2009.O Brasil éresponsável por 40% desse crescimento.  Essa tendência de ampliação da classe média deverá continuar até 2017, de acordo com a Timetric.

A renda per capta no Brasil tem expectativas de corresponder a esse crescimento na classe média, avaliada em Us$ 15.159,60 até 2017. Um aumento na renda per capta irá encorajar mais pessoas a contratarem produtos de seguro de vida, devido a um aumento na riqueza e na economia financeira doméstica, informa ainda o levantamento.

Baixa inflação, taxas de juros estáveis e melhoria nas condições econômicas continuarão a fornecer suporte para o segmento de seguros de vida no Brasil. Iniciativas do governo para reduzir a pobreza, geração de novas oportunidades de emprego e melhorias na educação profissional também irão sustentar o crescimento da população de classe média na região. Isso fornece uma oportunidade para seguradoras venderem seguros de vida para mais 30% da população brasileira.

Amanda Cruz/Revista Apólice

Deixe uma resposta