Manicure, cabeleireiras, pequenas oficinas mecânicas, sapatarias e outros estabelecimentos comerciais que funcionam na residência do proprietário agora podem contar com as mesmas coberturas de um seguro residencial.
A Mapfre desenvolveu o primeiro seguro popular para empreendedores individuais que estende para o estabelecimento comercial, em um único contrato, os mesmos benefícios do seguro para a residência.
São serviços como os de chaveiro, eletricista e vidraceiro, instalação de aparelhos eletrônicos, fixação de móveis e objetos, conserto de eletrodomésticos, entre outros, que agora podem ser solicitados quando a necessidade do serviço for do estabelecimento.
O seguro pode cobrir, ainda, roubo de equipamentos, utensílios relacionados à atividade-fim, perda de pagamento de aluguel, além de incêndio, queda de raio, explosão e dano elétrico.
“A partir de agora, o segurado não precisa contratar dois seguros para ter sua casa e seu negócio protegidos. O seguro popular é uma opção ao seguro empresarial, com amplas coberturas tanto para a casa quanto para o negócio”, explica Danilo Silveira, superintendente-executivo de Seguros Tradicionais do Grupo Segurador Banco do Brasil e Mapfre.
A contratação é simples e não requer a declaração de bens para itens até R$ 800,00 nos casos de roubo. Também não existe a obrigatoriedade de a empresa ter a inscrição de um CNPJ, uma vez que o contrato é feito em nome de Pessoas Físicas.
Segundo Silveira, o novo produto tem grande potencial de vendas. Atualmente, segundo informações do  Sebrae,o Brasil possui mais de 19 milhões de microempresas, das quais apenas 2,8 milhões estão formalizadas.
Os benefícios do novo produto já contemplam algumas categorias profissionais relacionadas no Portal do Empreendedor, no endereço: http://www.portaldoempreendedor.gov.br/mei-microempreendedor-individual.

A.C.
Revista Apólice

Deixe uma resposta