15/08/2022

Seguro Fiança Locatícia tem crescimento em São Paulo

Encontrar um fiador é sempre um momento delicado para quem precisa ou quer alugar um imóvel.  O constrangimento é tanto de quem pede quanto de quem recebe o pedido, mesmo se houver um forte laço de amizade ou parentesco entre ambos. Afinal, pressupõe-se que a pessoa que vai alugar o imóvel pode não pagar o aluguel, enquanto que o fiador ficará com a desagradável incumbência de assumir a dívida alheia.
Para acabar com essa “saia justa” e ainda dar mais segurança a proprietários de imóveis e imobiliárias, surgiu o Seguro Fiança Locatícia, que também põe fim à burocracia do depósito antecipado de três meses de aluguel. Afinal, não é sempre que um inquilino dispõe de um montante financeiro tão elevado de uma só vez.  “O seguro é uma facilidade não apenas para o locatário, que não precisa mais apelar para um fiador. Ele traz tranquilidade para o proprietário do imóvel e também para a imobiliária”, afirma Ivete Semmler, presidenta do Grupo Semmler, que agrega administradora de benefícios e corretora de seguros.
Ivete explica que, caso o locatário não pague o aluguel, o seguro se responsabiliza pelo pagamento dos valores devidos ao proprietário do imóvel – que pode ser residencial ou comercial –, assim como pelas taxas de administração da imobiliária e por eventuais ações judiciais decorrentes do não pagamento.
A partir da segunda parcela em atraso, as mensalidades dos alugueis são pagas retroativamente e até o final da vigência do seguro, que pode ser anual ou, no máximo, de 30 meses – prazo médio dos contratos de aluguel.
O seguro ainda dá direito a duas assistências residenciais gratuitas 24 horas, tudo por um custo relativamente baixo: o valor anual – que pode ser pago em até 4 vezes sem juros – é equivalente a 1 1/3 da parcela mensal do aluguel. Ou seja, se o valor do aluguel for de R$ 1.200,00, o locatário paga apenas R$1.600,00 e tem cobertura por um ano.
Se, durante a vigência do seguro não houver sinistro – ou seja, se não houver atraso do aluguel – a renovação oferece um desconto. “Atualmente, cerca de 80% das imobiliárias pedem seguro-fiança. No Grupo Semmler, apenas em janeiro de 2013, os valores das vendas dessa modalidade de seguro foram equivalentes ao de todo o ano de2012”, afirma Ivete.
Para contratar um seguro-fiança pela Semmler Corretora de Seguros, basta apresentar alguns documentos, como CPF, RG, comprovante de Imposto de Renda, os três últimos contracheques ou extratos bancários e os três últimos comprovantes do pagamento do aluguel de outro imóvel, se houver. Após a análise financeira e da documentação, em 24 horas a imobiliária já tem as garantias necessárias para a assinatura do novo contrato de aluguel.

A.C.
Revista Apólice