A administradora de seguros Ifaseg, que gerencia os riscos de mais de 60% das operadoras de turismo do Brasil, afirma que em 2012 apenas 43% das reclamações de consumidores de pacotes turísticos destas empresas se transformaram em ações na justiça. “Este índice está sendo considerado muito bom, uma vez que em 2010 e em 2011 as taxas foram, pela ordem, de 56% e 51%”, diz Mário Gasparini, diretor da Ifaseg.
“Estes números representam uma vitória significativa porque, na primeira instância da justiça, a responsabilidade do prestador de serviços na área de turismo também agrega as atividades de uma ampla cadeia de empresas contratadas e subcontratadas, da companhia aérea ao organizador do jantar dançante, passando pela van, hotel, etc.”, explica Gasparini. “Tendo em vista este imenso grau de exposição ao risco, as reclamações que se transformam em ações na justiça podem chegar a 90% para as operadoras e agências de turismo que não dão uma atenção especial para o problema”, destaca.

 

Seguro de Responsabilidade Civil Profissional
A Ifaseg gerencia o atendimento de turistas insatisfeitos para as empresas que adquirem o seu seguro de Responsabilidade Civil Profissional. A apólice garante indenização em caso de condenação na justiça por atos interpretados como erro ou omissão na prestação do serviço. “Ao diminuir o número de sinistros, as empresas ganham condições de adquirir a apólice a custos mais vantajosos e, sobretudo, aumentam o índice de satisfação de seus consumidores”, comenta Waldir de Menezes, também diretor da Ifaseg.

A.C.
Revista Apólice

Deixe uma resposta