Uma ação pública civil ajuizada em São Paulo é um alerta para os beneficiários do INSS que procuram consultoria legal. Algumas associações oferecem seus serviços e contratam o pagamento de seus honorários por meio de empréstimo consignado em um banco. “Sabemos que as pessoas que procuram seus direitos muitas vezes, por querer resolver rapidamente, acabam caindo em golpes desse tipo”, afirma a vice-presidente do Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário (IBDP), Adriane Bramante.

A ação é resultado de denúncias e ofícios enviados pela Comissão de Prerrogativas da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). “Quem se sentir prejudicado por alguma dessas associações deve procurar o Ministério Público. A entidade é obrigada a devolver tudo que recebeu do beneficiário”, alerta Adriane.

J.N.

Revista Apólice

Deixe uma resposta