05/07/2022

Operação encerra atividade de 10 entidades que vendiam seguro pirata em Pernambuco

A Operação Prêmio, realizada ontem (31), pela Susep, Polícia Federal e Procon, em Pernambuco, resultou no encerramento de atividade de 10 associações e cooperativas que comercializavam seguro de forma irregular. A PF ainda cumpriu 11 mandados de busca e apreensão. A ação ocorreu nos municípios de Caruaru, Bezerros, Vitória de Santo Antão e Feira Nova, além de cidades localizadas no agreste.

A Justiça Federal também determinou a suspensão das atividades dessas empresas por intermédio de ordens à Receita Federal do Brasil e à Junta Comercial de Pernambuco. As dez investigações foram iniciadas em março de 2011 e revelaram a existência de 10 empresas especializadas na prestação de serviços de seguro veicular para veículos de grande porte e carros de passeio. Apesar de exercerem atividades típicas de instituição financeira regulada pela Susep, nenhuma delas possui autorização para isso, o que configura crime contra o Sistema Financeiro Nacional.

Foram mobilizados 90 policiais federais, 11 fiscais da Susep e 12 fiscais do Procon. Paralelamente, ordens judiciais de sequestro de bens dos responsáveis pelos crimes estão sendo cumpridas nestas cidades, na Região Metropolitana do Recife e nos estados do Ceará, Paraíba, Sergipe, São Paulo e Rio de Janeiro.

 

G.F.

Revista Apólice