A SulAmérica revela o resultado, de janeiro a  setembro  deste ano,  do programa “Imprimir pra quê?”, cujo objetivo é conscientizar os colaboradores a diminuir o volume de cópias e impressões. A redução no desperdício de papel gerou uma economia de mais de seis milhões de páginas e cerca de R$ 445 mil neste ano. Em setembro, a seguradora atingiu o menor número de impressões desde o lançamento da iniciativa, em 2009, chegando à marca de redução de 1,22 milhão de cópias, 50% menos se comparado ao mesmo período de 2011, e uma economia de cerca de R$ 70 mil para a empresa.

“A sustentabilidade é um tema cada vez mais presente nas discussões empresariais e, em muitos casos, já é uma realidade que faz parte do dia a dia das organizações. Na SulAmérica não é diferente, desenvolvemos ações que envolvem a gestão de resíduos e também economia de materiais como o papel, que é o nosso principal resíduo. Por este motivo, desenvolvemos este programa que vem gerando ótimos resultados financeiros e ambientais a cada mês”, afirma a superintendente de Sustentabilidade Empresarial, Adriana Boscov.

Ela explica ainda que para cada folha A4 de papel são necessários em média 10 litros de água. “Isso significa que a companhia economizou também 60 milhões de litros de água ao deixar de imprimir esses seis milhões de páginas”, acentua.

J.N.

Revista Apólice

Deixe uma resposta