24/05/2022

Assistência de viagem oferece suporte aos turistas

A Europ Assistance acompanha as mudanças nos hábitos de viagens dos brasileiros, que têm movimentado bastante o setor de turismo no País. Segundo dados do Ministério do Turismo, atualmente a população tem escolhido saídas mais curtas e frequentes, especialmente pela maior contribuição da classe C; a realização de turismo pelo Brasil (71%) em detrimento das viagens para o exterior (26%); e optado por traslados aéreos em distâncias superiores a 800 km. Com isso, houve aumento na demanda por destinos nacionais, puxado pelas cidades do Nordeste (62,8%). Mas não para por aí. Informações do Banco Central (BC) relatam que os gastos dos brasileiros com viagens internacionais totalizaram, no primeiro trimeste de 2012, US$ 5,3 bilhões.

Com todas essas oportunidades, imprevistos podem acontecer no “ir e vir” da viagem, assim como no “durante”. E para resolver essas intercorrências, a indicação dos especialistas é adiquirir seguros e/ou assistências viagens, que dará suporte em situações como localização de bagagem, auxílio de fundos no exterior e garantia de viagem de regresso, organização e cobertura de despesas médico-hospitalares e muitos outros.

De acordo com Mônica Pessoa, diretora comercial da Europ Assistance, ao adquirir um pacote de assistência viagem, o turista também tem acesso a informações importantes relativas a documentação, passaporte, requisitos de vistos, vacinas, telefones de embaixadas e consulados brasileiros. “Ou, ainda, condições de trânsito, mapas e informações meteorológicas, serviços do concierge viagem, que inclui também indicações dos shows e peças teatrais que estão em cartaz durante a temporada (com datas, horários, endereços, preços, etc.), reservas em restaurantes e compra antecipada de entradas para parques de diversão.”

A Europ Assistance disponibiliza pacotes diferenciados para cada tipo de viagem e local. Para as de negócios, por exemplo, é possível contratar o serviço de envio de “executivo substituto”, assim caso a pessoa assistida apresente algum problema que a impossibilite de exercer suas funções profissionais durante a viagem, a empresa de assistência providencia a organização e a cobertura financeira para envio de um executivo substituto indicado pela empresa.

Outra situação é quando o passeio incluir crianças ou idosos e, em decorrência de acidente pessoal ou doença, o responssável não possa embarcar os acompanhantes para retorno. Nesse caso, a assistência cuidará do acompanhamento dos dependentes ao aeroporto, das formalidades de embarque, da coordenação com a companhia aérea para a condição de menores ou idosos desacompanhados e dará informação aos pais ou parentes sobre os dados do retorno. “Caso o viajante perca seus documentos ou necessite de auxílio para pagamento de fiança judicial em função, por exemplo, de infração de alguma lei que desconhecia em determinado país, a assistência contratada também pode orientá-lo em como proceder ou adiantar o valor para o pagamento. É uma forma de garantir mais segurança, tranquilidade e conforto”, ressalta a executiva.

 

G.F.

Revista Apólice