O presidente da Generali Brasil Seguros do Brasil, José Ribeiro, e seu diretor comercial da regional Rio de Janeiro, Davis Leão Machado, participaram no dia 23 de agosto, do almoço do Clube dos Corretores do Rio de Janeiro.

O executivo, que retorna ao Brasil após uma longa trajetória profissional na direção do Lloyd’s de Londres, explicou que sua missão no País está calcada em três pilares: 1) Estruturar a plataforma da Generali no Brasil, selecionar pessoas, definir processos, junto com os corretores, para reduzir custos da operação, melhorar controles, medir a qualidade e incrementar tecnologia; 2) Melhorar a performance financeira da companhia e valorizar o corretor de seguros, destacando o valor que ele agrega às operações da seguradora e 3) Crescer rapidamente. “Hoje, a Generali é uma das maiores seguradoras do mundo e a maior no ramo Vida na Europa. Queremos crescer muito no Brasil, principalmente, no Rio e no Nordeste, considerado a Nova China”, disse o presidente.

Entre os planos para o mercado brasileiro Ribeiro citou investimentos fortes na área de property; operações com benefícios, principalmente nos ramos de saúde e vida. “Vamos trazer soluções e produtos novos. Eu já fui corretor de seguros e aposto na categoria. Temos que ter cuidado para que o seguro não vire uma commodity. Isso acaba com o corretor. O nosso desafio é buscar soluções adequadas às necessidades do segurado. Na China, há dez anos, a corretagem era – 2%. Hoje, é de 20%. O papel do corretor é fazer para o cliente aquilo que ele não consegue fazer sozinho. Nós valorizamos o trabalho dos corretores e na sua profissionalização. Toda a nossa estratégia de vendas está voltada para o corretor de seguros”.

Ribeiro anunciou também o nome de alguns executivos já contratados para mudar a ação da empresa no Brasil, entre eles: Renato Pita (RE) e Valter Hime (Vida e Benefícios).

Davis Leão Machado vai pilotar as operações no Rio de Janeiro, onde fica a sede da seguradora, e no Norte e Nordeste. Ele disse que vai propor a criação de novos produtos feitos “a quatro mãos” (seguradora/corretor) para levar ao cliente o que ele efetivamente deseja. “Vamos trazer know-how, criar novos produtos, atuar na área de affinity. Até o final do ano toda a reestruturação da empresa estará concluída. Vejo que os corretores têm muito carinho pela nossa companhia e nós vamos retribuir este afeto criando uma parceria permanente com estes profissionais e valorizando o trabalho que eles desenvolvem”.

O presidente do Clube dos Corretores, Amilcar Vianna, encerrou os trabalhos enaltecendo a chegada de José Ribeiro e sua equipe de executivos notáveis: “Vejo com imensa alegria a proposta de renovação, crescimento e parceria com os corretores de seguros em especial neste momento de oportunidades que o Brasil e o Rio de Janeiro estão vivendo. Tenho certeza que a Generali será uma grande parceira da categoria e terá de todos nós o carinho e atenção que sempre mereceu esta grande organização internacional, que está empreendendo todos os esforços para acompanhar o crescimento do mercado de seguros brasileiro”.

 

G.F.

Revista Apólice

Deixe uma resposta