Um estudo realizado pela MetLife sobre a força de trabalho na América Latina e Estados Unidos mostra que o Brasil deve aumentar em 14% o número de trabalhadores até 2020. O incremento de mais 14 milhões de trabalhadores ao contingente atual de 100 milhões se justifica pelo tamanho e o crescimento do mercado de trabalho do Brasil, combinados à sua população ainda jovem.

Os Estados Unidos estão atrás da América Latina, exigindo mudanças na política trabalhista e a permanência de trabalhadores mais velhos na ativa por mais tempo do que eles – e seus patrões – planejavam.

Fonte: Departamento de Estatística do Trabalho dos Estados Unidos, Programa Internacional do Censo Americano e OIT.

 

G.F.

Revista Apólice

Deixe uma resposta