A Brasilprev Seguros e Previdência S.A. divulgou seus resultados de 2010. A companhia registrou lucro líquido de R$ 300,1 milhões, um crescimento de 16,4% sobre o exercício de 2009, que foi de R$ 257,9 milhões. Em arrecadação, a receita dos planos da empresa atingiu a marca de R$ 10,2 bilhões, um crescimento de 57,6% em relação ao período anterior. Já a carteira de ativos sob gestão alcançou R$ 37,2 bilhões, um incremento de 38%.
“Em 2010, o Brasil consolidou um novo ciclo de crescimento, com aumento do PIB, dos níveis de emprego e da renda da população economicamente ativa. E a Brasilprev, assim como todo o mercado de previdência privada, manteve o histórico de crescimento consistente, consolidando inclusive a liderança em captação líquida do setor, com R$ 7,5 bilhões. Este resultado é fruto dos altos níveis de arrecadação da companhia, que atingiram o montante de R$ 10,2 bilhões, e do baixo índice de resgates, indicador em que somos líderes há quatro anos e que reflete a confiança e a parceria de longo prazo que temos com nossos clientes”, comenta o presidente da Brasilprev, Sérgio Rosa.
A performance da empresa no ano passado foi impulsionada, principalmente, pela arrecadação dos planos Vida Gerador de Benefícios Livres (VGBL), que totalizou R$ 7,5 bilhões, valor 79,5% maior que em 2009. Já a arrecadação da modalidade Plano Gerador de Benefícios Livres (PGBL) teve um crescimento de 17,7%, com R$ 1,7 bilhão.
“Para o triênio 2011-2013, a empresa pretende manter o ritmo de crescimento apresentado nos últimos anos, em patamares acima da média de mercado”, acrescenta. Segundo ele, a empresa investirá em soluções de segurança financeira, no relacionamento com os clientes, na disseminação da educação financeira para toda a sociedade e na geração de resultados crescentes e sustentáveis.

J.N.
Revista Apólice

Deixe uma resposta