Um grupo de executivos de seguros viajou para Buenos Aires,com a missão de conhecer melhor o funcionamento do seguro de acidentes do trabalho na Argentina, onde é operado pelo setor privado. No Brasil este seguro é estatal.
O objetivo da viagem é coletar o maior número possível de informações visando contribuir com os trabalhos que vêm sendo desenlvolvidos pelo Grupo de Trabalho da CNSeg que estuda o assunto. O GT prepara proposta do setor para a regulamentação do seguro de acidentes do trabalho, focada na abertura desse mercado para a participação, também, da iniciativa privada.
Eles cumprem uma agenda de dois dias de reuniões e visitas a empresas e organizações, entre elas, Berkley Internacional da Argentina, Superintendência de Riscos de Trabalho, União de Seguradoras de Riscos de Trabalho, Hospital Italiano e QBE Argntina Seguros.
Integram o grupo as seguintes pessoas: Alessandro Luis Jarzynski (QBE Brasil Seguros), Antonio Carlos Pedrotti Porto (ACE Seguradora), Aparecida Lopes e Erwin Sternberg (Bradesco Vida e Previdência), José Marcelino Risden (Berkley Internacional do Brasil), Marcelo Famá (Liberty Seguros), Oswaldo Mário P. de Amorim Azevedo (Sindicato das Seguradoras RJ), Paula Guitton (CNSeg), Pedro Cláudio de Medeiros B. Bulcão (Sinaf Previdencial), Raphael Swierczynski (QBE Brasil Seguros), Thaddeus Burr (ACE Seguradora), Washington Luís B. da Silva (Metropolitan Life).

Viver Seguro

Deixe uma resposta