Seguradora assina série de concertos musicais

Gilberto Gil. Crédito: Carol Garcia, GOVBA
Gilberto Gil. Crédito: Carol Garcia, GOVBA

Pela primeira vez, a Prudential do Brasil anuncia um projeto que leva sua assinatura. A série Prudential Concerts estreia no dia 9 de maio, no Rio de Janeiro, com um espetáculo que reúne a Orquestra Johann Sebastian Rio, sob a regência de Carlos Prazeres; e Gilberto Gil como solista.

A apresentação, que acontecerá no Teatro Riachuelo, vai oferecer ao público um repertório que reflete a pluralidade e a riqueza da música brasileira.

Idealizado pela seguradora e com realização do Ministério da Cultura por meio da Lei de Incentivo à cultura, o projeto faz parte do programa de patrocínios socioculturais da Prudential do Brasil, que traz o tema “Acordes Brasileiros” na temporada de 2017. Além do Rio de janeiro, estão confirmados espetáculos em São Paulo, Belo Horizonte e Porto Alegre, com participação das cantoras Daniela Mercury e Vanessa da Mata. Todos os shows serão regidos pelo maestro Carlos Prazeres.

O projeto contempla ainda a realização de oficinas ministradas por Prazeres na véspera de cada uma das apresentações, em todas as cidades. O maestro planeja trabalhar o desenvolvimento e aperfeiçoamento da técnica dos alunos no instrumento de preferência de cada um. A primeira oficina será realizada no dia 8 de maio, com a orquestra do projeto social Som + Eu, formada por jovens da comunidade da Providência e também apoiada pela seguradora.

De acordo com o diretor de Marketing Office, Marcelo Eboli, o Prudential Concerts presta um tributo à criatividade musical do Brasil, presente na diversidade de ritmos e estilo.

“Essa é mais uma ação que busca incentivar e facilitar o acesso à cultura por meio da música e ainda estimular que as pessoas aproveitem o que a vida tem de melhor. O Prudential Concerts oferece ao público novas experiências musicais, já que cada show será único, com orquestras locais e um solista. Além disso, contempla uma ação social que promove oficinas de música em diversas comunidades”, destaca.

L.S.
Revista Apólice

Adicionar novo comentário