Operadora dobra número de unidades em Manaus

operadora
Praia da Ponte Negra, em Manaus

O Hapvida realizou uma série de investimentos em Manaus. Com um aporte de R$ 6,4 milhões, a operadora de saúde ampliou a rede e inaugurou seis novas unidades em diferentes regiões da capital amazonense. Agora, mais dois Prontos Atendimentos (PAs) e quatro Hapclínicas estão à disposição dos beneficiários residentes na cidade e também no estado, onde uma em cada três pessoas possuem plano da operadora.

Dados da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) referentes ao ano de 2016 indicam que 1,4 milhão de pessoas deixaram de ter plano de saúde, o que representa uma queda de 2,8%. Em contrapartida, o Hapvida teve crescimento de 7,92% de beneficiários em medicina e 19,60% em odontologia, no Norte e Nordeste, onde a operadora atua com rede própria.

“Um progresso que reflete, diariamente, na atenção à saúde da população e interfere diretamente na expansão dos beneficiários e da rede própria”, comenta André Rosas, superintendente Comercial Empresarial.

Entre as áreas em que serão inauguradas as novas unidades, o Polo Industrial de Manaus receberá um Pronto Atendimento. “É fundamental que a a assistência médica esteja cada vez mais acessível e próxima dos nossos beneficiários. Com a descentralização das unidades, a população do Distrito Industrial terá acesso ainda mais fácil a rede de saúde”, destaca a superintendente regional, Tarita Dourado. Segundo ela, para serem instaladas, um estudo demográfico é realizado para que se conheçam quais os locais em que há maior demanda de atendimento, além das especialidades mais necessárias na região.

As novas Hapclínicas e PAs unem-se à rede exclusiva do Hapvida no Amazonas, com dois hospitais, Rio Negro e São Lucas; o Pronto Atendimento Cidade Nova; além das Hapclínicas João Valério, Cidade Nova e Zona Leste; do Laboratório Central e da unidade de Medicina Preventiva, que já atendem na região.

L.S.
Revista Apólice

Adicionar novo comentário