Produtos de higiene pessoal são alvo de roubo de cargas no Nordeste

roubo

O Grupo Tracker levou a polícia a recuperar, no dia 3 de fevereiro, uma carga de produtos de higiene pessoal avaliada em R$ 700 mil. O dispositivo da empresa localizou, em menos de sete horas, na zona rural de Cortês (PE), a carga roubada em um posto fiscal da cidade de Xexéu.

O coordenador de Operações da companhia na região foi acionado após ligação do cliente, que suspeitou do roubo depois de perder o sinal de rastreador primário, por volta das 20 horas, e da falta de contato com o motorista.

“Além do comunicador que perdeu sinal, o carregamento estava equipado com um dispositivo imune à ação dos inibidores de sinal”, conta o gerente de Operações, Rodrigo Boutti.

Também foi acionada uma aeronave do Grupo que saiu de Juazeiro do Norte (CE) e localizou o sinal do equipamento na cidade de Cortês. A carga, que já estava em processo de transbordo, foi recuperada pela polícia. O condutor só foi libertado por volta das 4 horas, na região de Rio Largo (AL). Ele relatou que foi abordado por três meliantes no posto fiscal de Xexéu, por volta das 17 horas do dia 2 de fevereiro.

Recentemente a empresa também localizou, no Rio Grande do Norte, uma carga roubada de produtos de higiene pessoal avaliada em R$ 759 mil.

“Os sinistros envolvendo este tipo de carga tem maior concentração no Nordeste devido à facilidade de comercialização e o alto valor agregado. A falta de estrutura em segurança, comunicação, apoio ao usuário e má conservação das estradas facilita e motiva a ação dos criminosos nas regiões Norte e Nordeste”, finaliza Boutti.

L.S.
Revista Apólice

Adicionar novo comentário

 

NEWSLETTER