Segurado que trocou de carro não precisa de novo seguro

Segurado carro

A substituição do veículo por um modelo mais novo é sempre um momento de muita alegria para qualquer motorista. Porém, apesar de simples, os procedimentos que precisam ser realizados para incluir o novo bem no seguro podem gerar dúvidas em muitos consumidores.

O diretor geral de Automóvel e Massificados do Grupo Segurador Banco do Brasil e Mapfre, Jabis Alexandre, explica que o processo é mais simples do que as pessoas imaginam. “Quando o cliente já possui um seguro, basta contatar o seu corretor de seguros e solicitar a alteração. Esses profissionais enviarão as alterações necessárias à seguradora”, explica o executivo.

O mesmo ocorre quando o segurado precisa incluir coberturas adicionais ou cancelar o contrato.  A única diferença é que, no caso da rescisão do seguro, o consumidor precisará elaborar uma carta de próprio punho solicitando o cancelamento. É necessário informar os dados pessoais (nome e RG) e do veículo (placa, ano e modelo). O documento será entregue ao corretor ou gerente do banco, que a repassará à companhia.

Alexandre pondera ainda que, ao solicitar a troca do veículo segurado, o cliente precisa estar atento para que todos os itens instalados no carro como, por exemplo, som e DVD, estejam inclusos no novo contrato.

“Acessórios como kit de gás e blindagem, geralmente, não estão inclusos nas apólices de seguro. Por isso, é importante que o consumidor solicite a cobertura adicional para esses itens no momento da atualização ou renovação de sua apólice”, conclui o executivo.

Evitando Gastos

Para auxiliar os clientes a economizar na contratação ou renovação do contrato, Alexandre cita alguns pontos que devem ser observados:

Período do contrato: é importante avaliar por quanto tempo o consumidor pretende permanecer com o veículo. Se a ideia for vender o carro após alguns meses de uso, o indicado é optar por uma apólice com validade semestral. Porém, se o objetivo for ficar com o automóvel por mais tempo, o recomendável é escolher um contrato plurianual. Isso poderá garantir desconto de até 30%, se comparado ao anual.

Coberturas adicionais: a contratação avulsa de alguns serviços, como o de guincho, por exemplo, pode ter um custo muito elevado. Por isso, o consumidor precisa analisar com cuidado quais assistências adicionais são indispensáveis. Se o cliente habitualmente viaja com o veículo, uma opção de cobertura de guincho mais abrangente é o ideal.

Serviços gratuitos: a maioria das seguradoras disponibiliza pacote de assistências. São serviços de chaveiro, encanador e eletricista já inclusos no contrato. Eles que podem ser acionados sem custos extras, caso o segurado tenha uma emergência em sua residência, por exemplo.

Descontos: outro benefício disponibilizado pelas companhias é o Clube de Vantagens. O grupo, por exemplo, oferece aos segurados descontos em redes de estacionamentos, centros automotivos, locadoras de veículos e lojas online onde o cliente obtém promoções e descontos em produtos e serviços.

 

2 Comments - Escreva um comentário

Adicionar novo comentário

 

NEWSLETTER