Celular_maioria dos roubos acontece no transporte público

O transporte público é o local onde mais acontecem roubos e furtos de aparelhos no Brasil. A constatação foi feita por um estudo da corretora Bem Mais Seguro, que utilizou dados do site Onde Fui Roubado – baseados nos relatos de 4.200 vítimas que registraram ou não boletim de ocorrência – para descobrir os lugares em que esse tipo de crime é mais recorrente no País.

O documento revela que as incidências em ônibus, trens e metrô (incluindo pontos e estações) lideram, com 31% dos casos. As vias públicas, como ruas e parques, vêm logo na sequência, responsáveis por 29% dos crimes. As ocorrências no trânsito (em carros, motos ou táxi) ficam em terceiro lugar, com 25%. “A pessoa que está distraída e parada no farol é uma presa fácil para os ladrões. Este é um dos registros mais comuns”, alerta o presidente da corretora, Marcello Ursini.

Ainda segundo o levantamento, 56% dos casos ocorrem durante a noite e o prejuízo médio com a perda do aparelho é de R$ 869. De acordo com a companhia, 63% dos usuários de smartphones já fizeram ou têm a intenção de fazer um seguro para o gadget. “O celular passou a ser o bem de maior valor que as pessoas carregam consigo. Por conta disso, o seguro tornou-se uma proteção importante e cada vez mais procurada”, diz Ursini.

As opções básicas de seguros para smartphone ou celular cobrem somente roubo e furto qualificado, mas há também proteções contra quebra acidental, queda de líquido e ligações não autorizadas.

tabela roubo celular

 

O que fazer caso seja vítima de um roubo

1. Nunca reaja;
2. Bloqueie o chip do celular com a sua operadora;
3. Faça um boletim de ocorrência online ou na delegacia mais próxima;
4. Solicite o bloqueio do IMEI com a operadora. O número pode ser encontrado na nota fiscal do aparelho;
5. Caso tenha seguro, depois de fazer o boletim de ocorrência, acione a proteção para ressarcir seu prejuízo.

Crédito foto: Rafael Neddermeyer/Fotos Públicas

L.S.
Revista Apólice

Deixe uma resposta