Avô e neta

Dizem que avós são pais duas vezes. Um levantamento que a Brasilprev fez a partir de sua base de 1,8 milhão de clientes em todo o Brasil, reforça essa máxima. Zelosos, os avós – cujo dia foi comemorado em 26 de julho – respondem pela contratação de 6% de todos os planos Brasilprev Junior nas modalidades PGBL e VGBL. O produto, que é voltado às pessoas com idade entre 0 e 21 anos, representa 35% do total de planos da companhia.

Segundo o levantamento, em média, os avós fazem aportes no valor de R$ 107,00, têm 65 anos, sendo que a maioria deles (52%) tem entre 61 e 70 anos. Na sequência, vêm os de 51 a 60 anos (24%), os acima de 70 (22%) e os entre 41 e 50 (2%). Já a faixa etária média dos beneficiados – os netos – é de 12 anos, sendo que a maior parte deles (60%) tem entre 7 e 14 anos, seguida pelos com idade entre 15 e 17 (15%), 0 a 6 (12%) e mais de 18 (12%). Geograficamente, os clientes do plano Junior estão dispostos da seguinte forma: 44% na Região Sudeste, 21% na Nordeste, 17% na Sul, 12% na Centro-Oeste e 6% na Norte.

Soraia Fidalgo, gerente da área de Inteligência e Gestão de Clientes da Brasilprev, comenta os resultados: “Constatamos em pesquisas que pagar uma boa faculdade, cursos técnicos e de idiomas, bem como a realização de intercâmbios, estão na lista de intenções de quem investe em previdência privada para as crianças. Com os avós esta realidade não é diferente, já que, como tiveram a experiência com os filhos, sabem como ninguém da importância da educação para a ascensão profissional e econômica”.

Deixe uma resposta