Maranhão é o estado com mais acidentes fatais envolvendo motos

Com apenas 3,3% da frota de motocicletas de todo o país, o Maranhão é o estado com mais acidentes fatais envolvendo o veículo, sendo responsável por 9,7% dos registros. O dado é resultado de levantamento elaborado pelo Grupo Segurador BB e Mapfre, em parceria com o Cesvi Brasil (Centro de Experimentação e Segurança Viária).
Por uma diferença mínima, Pernambuco está em segundo lugar, com 9,4% dos casos de colisões, e a Bahia está na terceira posição do ranking, com 8,8%. Os três estados também estão nos três primeiros lugares do ranking nacional.
Ceará e Piauí respondem ambos por 6,4% das estatísticas, seguidos pela Paraíba com 2,8% dos acidentes com vítimas. O sétimo lugar ficou com Alagoas (2,5%), após Sergipe (1,9%) e, por fim, o Rio Grande do Norte, com 1,1%.
O estudo também mostra que o Nordeste concentra 49% dos acidentes fatais ocorridos em todo o país e detém 26,3% da frota de motocicletas.
“Conhecer esse cenário auxilia as autoridades e motoristas a mudarem essa realidade do trânsito de hoje. Por isso, a importância da divulgação de rankings como esse”, afirma Jabis Alexandre, diretor geral de Automóvel do Grupo BB e Mapfre.
Para a realização do levantamento, o Grupo e o CESVI analisaram 360 acidentes envolvendo motocicletas e vítimas fatais em todo o país. Os sinistros aconteceram entre agosto de 2012 a julho de 2013.

Ranking nacional
A análise nacional dos casos em todo o país revelou que a maior causa dos acidentes, 73% dos casos, é provocada pelo próprio motociclista. Em segundo lugar, estão as colisões com automóveis (11%), seguido por caminhões (7%), e, em quarta posição, são batidas envolvendo animais na via (6%). Problemas na via (buracos, falta de sinalização etc.) e com o veículo respondem pelas menores causa de acidentes, 1% cada uma.

A.C.
Revista Apólice

 

Adicionar novo comentário

 

NEWSLETTER