A Amil lança, no próximo dia 26, o movimento Saúde 360. Dedicada à conscientização e combate à obesidade infantil, a iniciativa reúne ações de qualificação de profissionais de saúde, relacionamento com instituições de ensino e sociedades médicas, eventos para pais, gestantes e crianças, pesquisas e um site com conteúdo atualizado sobre o tema (www.portalsaude360.com.br). Especialistas apontam que a obesidade infantil é uma das doenças típicas do mundo contemporâneo e, por isto, é uma questão que precisa ser tratada pelo poder público, pela iniciativa privada e pela sociedade.
O assunto é de extrema relevância para a população brasileira, visto que dados do Ministério da Saúde indicam que uma em cada três crianças está acima do peso. Estimativas da Organização Mundial de Saúde (OMS) confirmam a urgência de se combater a enfermidade, que, mundialmente, mata 2,8 milhões de pessoas. “Crianças com sobrepeso e obesidade tendem a permanecer obesas na idade adulta e são mais propensas a desenvolver diabetes e doenças cardiovasculares. Na prática, isso significa piora na qualidade de vida e sérios riscos à saúde”, enfatiza a diretora de Sustentabilidade da Amil e pediatra, Odete Freitas.
Vale ressaltar que o excesso de gordura intra-abdominal é considerado um fator de risco maior do que o excesso de peso total, podendo causar diabetes, pressão alta, colesterol elevado, doenças cardiovasculares e síndromes metabólicas. A obesidade também aumenta o risco de incidência de alguns tipos de câncer, como o de mama, intestino, estômago e próstata.
O Saúde 360 tem a intenção de conscientizar pais e mães, por meio de informações e ações práticas, para que os mesmos saibam lidar com a situação e possam, efetivamente, contribuir com a diminuição dos números relacionados à doença. O movimento prevê também uma atuação muito próxima aos profissionais de saúde, com a realização de eventos, discussões técnicas, distribuição de materiais de comunicação e reforço dos protocolos do Ministério da Saúde.
“Trata-se de um projeto de empoderamento da sociedade, que será a principal beneficiada. O suporte da Amil se dará com muita informação e também com um intenso acompanhamento técnico e científico”, destaca Odete.
Nas próximas etapas, o movimento disponibilizará programas para profissionais de saúde, escolas e pais, reforçando a importância da prevenção desde os primeiros anos de vida e apontando os riscos que a falta de cuidado com o peso podem trazer para uma criança. No site, que tem acesso livre para toda a população, será possível obter informações sobre alimentação e atividades físicas, conteúdos produzidos a partir de entrevistas com renomados especialistas, pesquisas sobre o tema e calendário com realização de eventos, entre outros.
“Conversamos com muitos médicos que nos falaram que a falta de informação é uma das principais razões da incidência da obesidade em crianças. Muitos pais acham que estar “gordinho” é sinônimo de criança saudável, mas isso é falso. Quanto mais cedo você adota hábitos não saudáveis, mais difícil torna-se mudá-los depois. E, nisso, o movimento vai desempenhar um importante papel, compartilhando informação de forma simples e de fácil entendimento”, explica Odete.
Também está sendo disponibilizado no site um conteúdo específico para as crianças, por meio de uma parceria com a Nutri Ventures, que produz o desenho animado “Nutri Ventures – Em Busca dos Sete Reinos”. A animação tem um enfoque educativo sobre alimentação e amizade. O site é dividido em quatro canais: Pais e Mães, Crianças, Profissionais da Saúde e Creches e Escolas, com informações e conteúdos segmentados para cada um destes públicos.

A.C.
Revista Apólice

Deixe uma resposta